Origem Controlada

Áreas demarcadas

A Origem Controlada se inicia com a demarcação técnica e oficial da área de produção.

A demarcação começa com um diagnóstico que mapeia a região pelas suas características edafoclimáticas (relativos ao clima, solo, relevo e altitude) e define as possibilidades de produzir cafés com padrão de produção inerente ao território.

Governança

O território deve possuir uma entidade de representação, constituída de forma oficial e legítima.

Em relação à região, seus produtores e produtos a governança tem o papel de:

  • Regulamentar
  • Controlar
  • Proteger
  • Promover
alta qualidade ig ou marca coletiva

Proteção
(IG ou Marca Coletiva)

As Origens Controladas vão além do produto. O objetivo é construir a marca do território. Portanto a proteção é fundamental, pois atesta o reconhecimento e a propriedade intelectual do que está sendo construído de forma coletiva. As Origens Controladas devem estar protegidas por:

  • Indicação Geográfica (Indicação de Procedência ou Denominação de Origem)
  • Marca Coletiva
produto controlado

Produção Controlada

Cada região com Origem Controlada, possuí em seu estatuto, um regulamento oficial e específico, que tem como objetivo controlar o modelo e o processo de produção na região demarcada.

Apenas os produtores que seguirem o regulamento e passar por um processo de controle e certificação de origem e qualidade da região é que poderão utilizar oficialmente, a denominação da marca do território.

O controle do processo garante, a qualidade e a autenticidade da produção na Origem Controlada.

Alta qualidade

Para padronizar a produção nas Origens Controladas é exigido uma pontuação acima de 80pts da SCA (Specialty Coffee Association).

Isso garante aos mercados e consumidores, a alta qualidade dos produtos com o selo de Origem Controlada.

Rastreabilidade​​

As regiões de Origem Controlada utilizam tecnologias de rastreabilidade para garantir a origem, a produção controlada e a qualidade.

Por meio de um QR code, contido nas embalagens e selos oficiais das Origens Controladas, é possível acessar e rastrear o precisamente o processo de produção e certificação: quem produziu, onde produziu e a classificação de qualidade de cada lote de café.

Impacto Coletivo​

Nas Origens Controladas o impacto envolve não apenas a produção de cafés, mas toda uma sociedade, que direta ou indiretamente é influenciada pela cafeicultura.

O trabalho da governança dos territórios na regulamentação, controle, proteção e promoção, gera valor compartilhado para o todo, desenvolvimento e impacto coletivo.

Scroll Up